2c6833b0-77e9-4a38-a9e6-8875b1bef33d diHITT - Notícias Sou Maluca Sim!: Novembro 2012
quarta-feira, 28 de novembro de 2012 0 comentários

Ideologias partidárias, elas existem?!



Ao observar pessoas aderindo às legendas partidárias como um mecanismo de uma utópica vertente da mudança organizacional e estrutural de um país, tendo a refletir para a nocividade deste desproposito filosófico, pois que independentemente do partido político – PT, PSDB, PMDB, DEM e etc...

Ambos são coesos à manutenção do universo sócio-político medíocre e usurpador do idealismo da república com a inversão dos ditos constantes à “Ordem e Progresso”, então, acredito que o PT (tomado por exemplo) - apesar de pregar populismo ocioso, é igualmente pífio como PSDB (privatizador e elitista) e qualquer outro partido político.

 Afinal, independentemente da "ideologia partidária" ou, sobretudo, do caráter do político, todos quando eleitos, por deverem favores aos financiadores de campanhas políticas, sucumbem à submissão de vontades alheias ao progresso social, econômico e educacional no país...Aliás, adentrando nas vísceras do sistema político mundial, percebemos que os políticos são marionetes nas mãos do poder exercido pelo capitalismo...Ou seja, somos "governados" para cumprir metas designadas por multinacionais, banqueiros e para auto-afirmar o poderio imperialista americano - sob a influência Britânica.

Particularmente, somos uma COLÔNIA da família de banqueiros Rothschild, desde 1824, quando fizemos um empréstimo denominado "empréstimo da Independência", destinado a cobrir dívidas do período colonial e que na prática significava um pagamento a Portugal pelo reconhecimento da nossa independência - ou alguém acredita naquela história de Independência ou Morte, contada nos livros escolares?!...

Por isso, hoje, pagamos a maior carga tributária do mundo, para quitar dívidas e juros exorbitantes à esta dita família acima (talvez vc nunca se tenha perguntado o porquê de pagar-se tantos tributos neste país, não é verdade?!)...O Brasil, nunca foi dos brasileiros e sim uma colônia particular da casa Rothschild. 

Nada é feito neste país sem o consentimento deles. Então, qual o sentido de exercer uma escolha através da “pseudo” concepção democrática de votar?! Apenas para intencionalmente, induzir as pessoas a crendice de que escolhem seus governantes quando vos designam: “Todo poder emana do povo”, quando jamais o fizeram em qualquer época da República! E não esqueça-se: A imprensa e todos os veículos de comunicação perfazem o vasto aglomerado de "riquezas" pertencentes a esta aludida família elitista do mundo!
segunda-feira, 26 de novembro de 2012 0 comentários

Denúncia




Algumas pessoas têm me procurado tentando entender o que está acorrendo entre   mim e o PCdoB. Por essa razão estou retomando alguns capítulos dessa novela que perdura em torno de 2 anos.

No ano de 2009, Carlos Anjos Estrela (Charuto) depois de ter supostamente colocado como fiscal de prova pela CEPERJ um amigo meu. Veio com uma conversa boba de que  eu almoçasse com ele em troca do suposto favor prestado. Essa foi a gota d’água para que eu abandonasse definitivamente minhas atividades no Distrital Norte. Mesmo com os pedidos para que eu assumisse a direção desse distrital.

Pouco tempo depois desse ocorrido recebi uma ligação a qual a pessoas se identificou como João Carlos de Carvalho dirigente da CEPERJ, me oferecendo trabalho nessa instituição com o salário na época de R$ 3.200,00 (três mil e quinhentos reais), bastava eu comparecer no dia seguinte às 10 horas, em Botafogo. Pois o partido precisava de pessoas de confiança para ocupar a vaga.
Como eu não estava procurando emprego e tão pouco conhecia o tal João Carlos de Carvalho me esquivei da proposta sem entender o porque um dirigente de uma instituição estadual e ao mesmo tempo do PCdoB estava fazendo ligando pessoalmente para mim e oferecendo um emprego de salário tão alto em uma instituição do estado. 

Não foi a secretária, nem um subordinado, mas o próprio dirigente da CEPERJ Sr. João Carlos de Carvalho que realizou a ligação.

Todos os meus colegas do distrital notoriamente decepcionados repreenderam minha ação chegando até mesmo a me chamarem de louca por não ter aceitado. Pois seria bom para mim, para o partido, para o distrital...

Achei tudo muito estranho e quem acabou me explicando o que acontecia de fato foi Gilda Dantas. Essa fez questão de ir até a minha casa para conversar comigo sobre o emprego que magicamente caia do céu.
O esquema era o seguinte: eu só precisaria comparecer na CEPERJ apenas uma vez por mês e ficaria recebendo o meu salário por ordem de pagamento no banco Bradesco. Para segurança do esquema o banco não me ofereceria qualquer canhoto das ordens de pagamento e eu deveria destinar uma porcentagem do dinheiro recebido para o partido. Essa porcentagem deveria ser entregue em dinheiro vivo diretamente na cede estadual do PCdoB. Onde João Carlos de carvalho é um dos dirigentes.

O marido dela Tito estava nesse esquema, mas por medo de futuras complicações com a justiça, já que entre outros riscos tinha de levar os valores pessoalmente até o partido, desistiu dos pagamentos depois de alguns meses.

 A CEPERJ  é uma instituição responsável por diversos concursos público no estado do Rio de Janeiro, mas a corrupção é tão ativa que muitos funcionários simplesmente não existem (fantasmas) e todos os seus diretores são por conhecidência também dirigentes do PCdoB.
Continua...

Links indicados: Mucamas do PCdoB

domingo, 25 de novembro de 2012 0 comentários

Das Vantagens de Ser Bobo


O bobo, por não se ocupar com ambições, tem tempo para ver, ouvir e tocar o mundo. O bobo é capaz de ficar sentado quase sem se mexer por duas horas. Se perguntado por que não faz alguma coisa, responde: "Estou fazendo. Estou pensando."

Ser bobo às vezes oferece um mundo de saída porque os espertos só se lembram de sair por meio da esperteza, e o bobo tem originalidade, espontaneamente lhe vem a ideia.

O bobo tem oportunidade de ver coisas que os espertos não vêem. Os espertos estão sempre tão atentos às espertezas alheias que se descontraem diante dos bobos, e estes os vêem como simples pessoas humanas. O bobo ganha utilidade e sabedoria para viver. O bobo nunca parece ter tido vez. No entanto, muitas vezes, o bobo é um Dostoievski.

Há desvantagem, obviamente. Uma boba, por exemplo, confiou na palavra de um desconhecido para a compra de um ar refrigerado de segunda mão: ele disse que o aparelho era novo, praticamente sem uso porque se mudara para a Gávea onde é fresco. Vai a boba e compra o aparelho sem vê-lo sequer. Resultado: não funciona. Chamado um técnico, a opinião deste era de que o aparelho estava tão estragado que o conserto seria caríssimo: mais valia comprar outro. Mas, em contrapartida, a vantagem de ser bobo é ter boa-fé, não desconfiar, e portanto estar tranqüilo. Enquanto o esperto não dorme à noite com medo de ser ludibriado. O esperto vence com úlcera no estômago. O bobo não percebe que venceu.

Aviso: não confundir bobos com burros. Desvantagem: pode receber uma punhalada de quem menos espera. É uma das tristezas que o bobo não prevê. César terminou dizendo a célebre frase: "Até tu, Brutus?"

Bobo não reclama. Em compensação, como exclama!

Os bobos, com todas as suas palhaçadas, devem estar todos no céu. Se Cristo tivesse sido esperto não teria morrido na cruz.

O bobo é sempre tão simpático que há espertos que se fazem passar por bobos. Ser bobo é uma criatividade e, como toda criação, é difícil. Por isso é que os espertos não conseguem passar por bobos. Os espertos ganham dos outros. Em compensação os bobos ganham a vida. Bem-aventurados os bobos porque sabem sem que ninguém desconfie. Aliás não se importam que saibam que eles sabem.

Há lugares que facilitam mais as pessoas serem bobas (não confundir bobo com burro, com tolo, com fútil). Minas Gerais, por exemplo, facilita ser bobo. Ah, quantos perdem por não nascer em Minas!

Bobo é Chagall, que põe vaca no espaço, voando por cima das casas. É quase impossível evitar excesso de amor que o bobo provoca. É que só o bobo é capaz de excesso de amor. E só o amor faz o bobo.


(CLARICE LISPECTOR)
0 comentários

FILME-Eu Tu Eles







Foi meio na surpresa por que eu não sabia qual assunto seria abordado. Já conhecia o titulo e me disseram que era um bom filme nacional. E realmente valeu a pena assistir EU TU Eles. Nome tão simples quanto à simplicidade dos personagens apresentados em cena.
Quando percebi que tudo se passava no sertão nordestino, desanimei um pouco pensando que seria mais uma daquelas histórias  tristes mostrando a dura realidade da seca. No entanto a primeira dica que nós temos sobre o teor desse filme é já nas primeiras cenas a presença da atriz Regina Casé em impecável atuação.  A ideia para o roteiro de Eu Tu Ele partiu de uma reportagem publicada num jornal brasileiro, que falava exatamente de uma mulher que vivia com três maridos. A mulher se chama Maria Marlene Silva Sabóia.    
E para autoriza a utilização de sua história no filme recebeu R$ 1 .500,00 mais 3% da bilheteria total arrecadada..

Bem, me diverti muito assistindo o filme EU Tu Eles.
Talvez seja interessante ao assistir prestar uma atenção maior a reconstituição do cotidiano do sertanejo. Gostaria de destacar também a trilha sonora. 


Gênero: comédia

Diretor: Andrucha Waddington    

Lançamento: 2000

Elenco: Regina Casé, Lima Duarte, Stenio Garcia              
quinta-feira, 22 de novembro de 2012 0 comentários

FILME-O Cheiro do Ralo

Todo louco sempre acaba encontrando alguém pior.


O CHEIRO DO RALO É UMA HISTÓRIA FICCIONAL, MAS BEM QUE PODERIA SER REAL. Conheço alguém que se encaixaria perfeitamente no papel principal.

Lourenço é o que podemos chamar de pessoa vazia. 
A problemática nesse personagem é ele não se importar com nada, nem ninguém além de si mesmo. 
Para Lourenço tudo se resume a possibilidades trazidas pelo seu dinheiro. Esse acredita que pode comprar a tudo e a todos.  Mas o filme nos mostra que todo louco sempre acaba encontrando alguém pior






quarta-feira, 21 de novembro de 2012 0 comentários

Consciência Negra


Tive a impressão que nesse ano as pessoas de modo geral interagiram mais com as comemorações do dia da consciência negra. Nesse dia 20 de novembro de 2012, acompanhei diversas discussões  ligadas a os negros, principalmente nas redes sociais. Porém a maioria era formada por comentários superficiais.

Em resumo: de um lado negros exaltando o quanto são negros e as mazelas sofridas nos tempos da escravidão que não viveram. Do outro aqueles que acreditam serem brancos se posicionando contra a existência dessa data comemorativa, pois todas as pessoas devem ser tratadas com igualdade.

Qual dos lados está com a razão?
Digo que ambos.

A pesar do mito das três raças constituintes da nação brasileira: índio, branco europeu e negro, ao longo da história as comunidades indígenas foram dizimadas, restando pouquíssimos representantes. E os negros mesmo com o fim da escravidão  por inúmeras razões continuaram renegados e marginalizados.Algo que impediu por muito tempo qualquer mobilidade social real, salvo raríssimas exceções.
A falta de oportunidades somadas ao subjugue do homem branco europeu com suas teorias e superioridade racial; pontuando os negros como vadios, ignorantes e outras qualificações pejorativas deixaram sequelas de preconceito presentes até os dias atuais.

É de conhecimento amplo  os sofrimentos físicos e morais impostos a o negros escravos e nada mais justo que tentemos sanar de algum modo essa vergonhosa mancha em nossa história. E nesse propósito o governo tem se esforçado adotando leis e políticas que favorecem a negros e afrodescendentes, no entanto, essa atitude tem causado polemicas até mesmo entre os próprios negros. Á exemplo a adoção de cotas para negros nas universidades públicas e a existência de um feriado nacional dedicado  a consciência negra.
Longe de chegarmos ao fim do debate, muitos defendem que esse tipo de política ressalta ainda mais as disparidades entre negros e brancos e menospreza a capacidade do negro como cidadão e individuo,podendo gerar mais racismo, só que agora em desfavorecimento as pessoas brancas.

O antropólogo Claude Levi Strauss realizou extenso estudo sobre as raças humanas e nos transmite que as diferenças entre nós estão nas diferentes culturas, quanto a raça todos pertencemos a uma só: a raça humana. Mas ainda que concordemos com a sentença acima o preconceito racial é uma realidade e ainda encontrasse enraizado no brasileiro.

Se pergunto onde estão os negros, no mínimo dirão que estão nas favelas.

Mas agora pergunto: EM UM PAÍS DE MISCIGENAÇÃO TÃO GRANDE COMO O BRASIL ONDE ESTÃO OS BRANCOS?

Nesse dia de Zumbi talvez meus antepassados ficassem orgulhosos se pudessem ter visto. Presenciei nas ruas pessoas parabenizando outras em razão de serem negras, no entanto achei constrangedor. Pois dada a nossa mistura étnica o feriado de 20 de novembro deveria ser comemorado por todos os brasileiros, afinal é o dia da CONSCIÊNCIA NEGRA. |Infelizmente isso nos prova que o dia em que não precisaremos de leis de caráter racista ainda é uma utopia, porém limitar as comemorações como sendo o dia dos pretos é prova de ignorância e desconhecimento da própria história.



Biografia: LÉVI-STRAUSS, C. Raça e História. Raça e Ciência I. São Paulo: Ed. Perspectiva, 1970
Menezes, Adolfo Bezerra de, A escravidão no Brasil e as medidas que convém tomar para extingui-la sem dano para a nação. 1831-1900.
Roberto Damatta, O Que Faz o Brasil, Brasil? Rio de Janeiro, Ed. Rocco. 1984.
Emilia Viotti, Da Senzala a Colônia, São Paulo,Ed. UNESP.1997.
sexta-feira, 16 de novembro de 2012 0 comentários

VACA PROFANA

Agora sei como se sente uma vaca. 


Quando um Macho olha uma mulher ele enxerga uma vaca. Ele não quer saber se ela tem sentimentos, se tem filhotes; o objetivo é sempre o mesmo - CARNE!

Ser mulher em um partido político é muitas vezes um 
grande problema, pois somos poucas e tratamos quase sempre com Machos. Por anos e anos temos travado verdadeiras batalhas, ou melhor guerras, para nos livrar de estigmas e conquistar nosso lugar muito merecido na política. Não aguento mais tratar como Machos, quero saber onde estão os Homens. Onde estão aqueles que realmente conhecem o significado de palavras como respeito e cavalheirismo.

Não aguento mais ter minha inteligência subestimada, ser rotulada.Chega disso de que mulher é burra, de que mulher é para ser usada, de que se uma mulher está na política ou é puta ou sapatão.

CHEGAAAAAAAAAAAA!

Estou aqui por mérito. O que define minha capacidade é minha inteligência e os frutos do meu trabalho e não o que eu tenho entre as coxas.

Sou mulher e também sei fazer política e faço com dignidade, verdade, quando empenho minha palavra cumpro. Sou mulher, sou negra, sou suburbana. Sei bem onde dói, mas antes de tudo sou uma guerreira e por isso exijo respeito.

Não peço. Na minha autoridade de mulher exijo respeito.

Gostaria que todos entendessem, a começar pelos dirigentes políticos do PCdoB que nenhum homem conseguiu dar passos realmente significantes para a sociedade sem ter uma mulher por trás. Agora saímos dos bastidores e já passou da hora dos nossos machos políticos entenderem isso.

Em homenagem a todos que fizeram zootecnia!!!

Link indicado: Mucamas do PCdoB





Links indicados:SENHOR COCAÍNA
segunda-feira, 12 de novembro de 2012 0 comentários

Dirigente do PCdoB/O homem que não amava as mulheres


Estou postando para vocês algumas das mensagens instantâneas enviadas à mim por uma das ex-mulheres do João Carlos de Carvalho dirigente do PCdoB. Conheçam e saiba um pouco mais do homem que o Partido Comunista do Brasil  defende e usa como seu representante. 

Seu blog estava bombando! oque aconteceu que vc tirou as denuncias do Borracha Fraca?
Sinto muito por vc que passou por isso mas tenha certeza que ajudou um monte de moças que são assediadas por esse homem nojento.
Tudo o que vc falou é verdade e eu que pensei estar com um homem mas precebi que é um moleke e o pior BROCHA ,CHINCHEIRO E DROGADO.
Vc nao é pobre, POBRE é ele que ainda tem nas costas essa vida, uma Elenice COROA e tendo que aturar. E mais um MERDA! 
Dizer que vc é louka é fácil, quero ver esse rolinha de último verao te encarar. Mô medroso, e quer saber NOJENTO em tudo.
Obrigada Jack por ter denunciado mesmo que tenha tido represalias vai enfrente e que Deus te ilumine e te forças sempre. Um bando de ladrao e aproveitador barato.
O JOCA DELE É BORRACHA FRACA MESMO... IMPOTENTE E SEM PEGAÇAO ALGUMA E TE DIGO MAIS FROUXO MOLE IDIOTA AVIAOZINHO DO PCdoB
DEVE é está tomando muito viagra esse puto, mas como diz a lei divina o dia dele chegará.
Obrigada, bj

Jack, a enteada dele já é maior de idade. Acredito em você, tem detalhes que só quem conviveu com alguém sabe. O jeito de falar, o nome da minhoca mole,. drogado,aproveitador, mentiroso toma viagra sim, performace -0 na cama sem pegada . Diria um  sem noçao que  é segurado pelo cunhado que é asssessor do Ministro dos  Esportes.  Tenho pena da Elenice Profa UFRJ como deve saber tb. 
nao deveria se referir  a vc mesma desse jeito/ mukher negra e pobre e com 2 filhos. Minha raça e negra e nao me considero assim. Alias onde ele trabalha prevalace a raça negra e  as mulheres são quase todas de comunidades sem estudo, estão lá pq o Partido mandou.  Ele ri muito das suas ponstagens pq diz aquela maluca?. Engraçado a Maluca que sabe tantas coisas e quem conhece o DOM JUAN FAJUTO, 
 E uma sugestào tem tantos erros de Portugues  nas suas postagens corrija, vc é uma Profa tb. Cada vez fico com mais pavor desse homem e o que ele usa sempre é que  é infeliz, que a mulher odeia sexo (com ele deve ser mesmo) e sssa mulher dele  nao tem vergonha na fuça e e nem amor prorio . ficar com uma pessoa que desreispeita a ela  mesma.  Uma mulher que deixa sua filha e morre de ciúmes dela 
com a proprio companheiro  deve ser triplamente doente. Amor? que Amor? Ele nao gosta de ninguém alias só gosta (certa) de novo quem lhe dá boa vida e compreende sua disfunçao eretil. BROXA!
E mais uma vexz tenha essas provas em maos pq  ele está doidao para te processar por difamaçao calunia  e etc.... e  obrigada por tirar a venda dos olhos sobre esse ser horripilante magrelo e que só tem 12 dentes bons os outros podres. arghhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh.. e é  um ser do mal. Deve ser macumba Chuta!

Tantas viagens para Brasília devia ser para pegar $$$$4 do Ministério dos esportes  que o cunhado dele , irmao da Corna da mulher dele ainda e assessor do Ministro atual. Por isso que ele nao separa dessa pobre coitada, ele necessita dela para se manter e se manter intocável. É só fazer um exame de sangue nesse traste e claro vai aparecer que ele além de tudo é um drogado.
Vc está super correta no que vc fala. E essas mulheres do partido Jandira, Rejeane? oq fizeram por vc? NADA!!!!! e  eu imagino quantas sacanagens tem por tras de muita coisa. Ele deveria ser expulso do partido e tentar sem a máquina pública , tentar um emprego como todos nós no setor privado. Viraria um mendigo e o pior abandonado. Soube que foi expulsa do partido ele também deveria ter sido.
Justiça é para todos! Concordo com vc que descvio de verba é sério  da cadeia ainda mais que  ele nao é nambém tao poderesso assim.
Como fui idiota de acreditar nesse homem alias homem nao  prefiro MOLEQUE! se escondendo atras do seu ego se achando um cara boa pinta. Beleza nao é isso. Carater é fundamental. Todaos que trabalham para ele vieram de comunidades pobres por isso se sente o Rei  na realidade nao é nada. Ele ainda tem que  cuidar desses pobres filhos , com uma mae drogada e louca e como uma mulher que parece
a mae dele... de velha e escrota e burra. CORNA!
Eu perguntei sobre vc e ele diz a todo mundo que vc é maluca que nao te prometeu nada e sei que yb é mentira se prometeu tb para e para nem sei qtas pessoas.
Yenha cuidado com vc e sua fámilia. esse povo como bem sabe vc é capaz de tudo.
Minha satisfaçao pessoal é ver el;e na rua  como deixou muita gente.
bj e estou assistindo de camarote. Oq as pessoas fazem fazem aqui voltam em uma intensidade maior .
Na realidade fico preocupada com vc se quer saber. O que vc posta é muito sério e quem lê fica impressionada com o maladrao 2 caras mas a máscara cai. E quando cair e isso tudo vier a tona vai estar moralmente acabado. 

Nao sei como sabe de tantas coisas intimas dele nem eu que o conheço há 3 anos sabía disso. Ele se comporta muito bem , dando a impressão que é a pessoa mais confiável desse mundo. Eu acredito em vc pq sei o outro lado e apenas li e sei que é verdade.
Aquele Estrela é um nojo em pessoa e tb nunca o vi com ele pq nao frequento esses ambientes. Para vc ver um cara de boa familia, que teve um vida média ser essa coisa pq só posso chamar de coisa. tenho amigos no Partido mas nao dessa láia dele. E já tinham me dito que ele não prestava, que ele nao era confiável e etc.
Só nao entendo pq ele tem sérios problemas de disfuçao erétil. E nem com viagra , nao tem pegada alias tudo nele é falso. Se esconde debaixo daquele terno preto que mas parece um urubu. Vc falou em rolinha e pomba eu digo URUBU! Propaganda enganosa. ahahahahaha! Ele também me deve grana. SAFADO! 
Ele se acha um homem lindo!!!! Beleza nao é isso e ser uma pessoa do bem... E ser corna de um capetao desses essa sra nao precisa. ela realmente é feia e sei lá qdo a conheci fiquei boquiaberta. Claro! que sao interesses. Uma curiosidade ele pensa que todo mundo tem ciúmes dele. Para mim é digno de PENA! Meu caso foi bem diferente e já te falei ele nao usa preservativo Sr.Roleta russa ... PODRE!
Cuide-se! Vc deve estar fazendo isso pq ele sabe que tem rabo preso mas é vergonhoso. Que Nojo! esse é meu sentimento. Ele terá o castigo dele! Isso eu garanto. Política só é bom qdo se convive com a banda boa a PODRE nao vale nada. Só stress! Uma pessoa inteligente nao deixaria que alguém iria transformar a sua vida em pó. Coitada da D.Sonia mae dele, no fundo ter um filho totalmente pirado deve 
ser triste.
abraços e obrigada!



Ainda que minhas denuncias não fossem verdadeiras um homem nobre que não deva nada a ninguém não fugiria,não se comportaria como covarde, no minimo pediria desculpas.  Um homem digno se retrataria dos maus feitos.

Jaqueline Ramiro
sexta-feira, 9 de novembro de 2012 0 comentários

Aprovado projeto que regulamenta profissão de historiador


Aprovação deixa projeto muito próximo de uma realidade concreta. Entenda a situação.

O Senado aprovou nesta quarta-feira (7) projeto que regulamenta a profissão de historiador. O PLS 368/09, do senador Paulo Paim (PT-RS), estabelece que o exercício é privativo dos diplomados em cursos de graduação, mestrado ou doutorado em História. Os historiadores poderão atuar como professores de História nos ensinos básico e superior; em planejamento, organização, implantação e direção de serviços de pesquisa histórica; e no assessoramento voltado à avaliação e seleção de documentos para fins de preservação.

Aprovado nas comissões de Assuntos Sociais (CAS); de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ); e de Educação, Cultura e Esporte (CE),  o projeto recebeu emenda, em Plenário, do senador Alvaro Dias (PSDB-PR) que retirou do texto original a referência aos locais onde o trabalho do historiador poderia ser desempenhado.



Discussão

Assim como Pedro Taques (PDT-MT), o senador Aloysio Nunes (PSDB-SP) votou contra o projeto. Ele considerou "um profundo equívoco" dar exclusividade em atividades de ensino e pesquisa, seja em graduação ou pós-graduação, apenas para quem tem formação em História. Na opinião do parlamentar, a situação cria "absurdos" como impedir que economistas, sociólogos, diplomatas ou outros profissionais qualificados ministrem a disciplina, havendo o risco de "engessar" o ensino da História.

– [A História] É a investigação sobre a evolução das sociedades humanas que tem que ser vista sob os mais diferentes prismas. História é política. História é vida. História é pluralismo. Não pode ser objeto de um carimbo profissional – argumentou.

Aloysio Nunes ainda condenou o que chamou de "reserva de mercado" dos profissionais com curso superior em História e a formação de uma "República Corporativa do Brasil", onde cada profissão exige "seu nicho de atividade exclusiva em prejuízo da universalidade do conhecimento".

Capacitação

Já a senadora Ana Amélia (PP-RS) defendeu o projeto ao ler relatório do senador Flexa Ribeiro (PSDB-PA), aprovado na CCJ, em que este declara que "a omissão do legislador pode permitir que pessoas inabilitadas no exercício profissional coloque em risco valores, objetos ou pessoas."

O texto ressalta ainda a relevância do papel do historiador na sociedade, com "impactos culturais e educativos" capazes de ensejar "a presença de normas regulamentadoras" da profissão. E conclui que não pode permitir que o campo de atividade desses profissionais seja ocupado por pessoas de outras áreas, muitas delas regulamentadas, mas sem a capacitação necessária para exercer o trabalho.

A matéria segue agora para votação na Câmara dos Deputados.

Fonte: Agência Senado
0 comentários

OS 16 PROCESSOS JUDICIAIS MAIS BIZARROS DA HISTÓRIA


                                     O sujeito que levou Deus aos tribunais, 
                                      o homem que processou a si mesmo, 
                                 Conheça os casos mais estranhos da Justiça.

O ladrão que processou a vítima.
Em 2008, Wanderson Rodrigues de Freitas, de 22 anos, invadiu uma padaria em Belo Horizonte. Portando um pedaço de madeira para simular uma arma embaixo da camiseta, rendeu a funcionária do caixa, pegou os R$ 45 que encontrou e estava de saída quando o dono do estabelecimento apareceu na porta. Era o décimo assalto em 7 anos de existência da padaria - o mais recente tinha acontecido apenas 4 dias antes. O comerciante se irritou e partiu para cima de Freitas. Os dois rolaram pela escada que dá acesso ao estabelecimento. Na rua, o ladrão apanhou de outras pessoas que passavam, até a polícia ser chamada e prendê-lo em flagrante. Ele foi preso e, de dentro da cadeia, entrou com um processo por danos morais contra o dono da padaria. "Os envolvidos estouraram o nariz do meu cliente", diz José Luiz Oliva Silveira Campos, advogado do ladrão. "Em vez de bater, o dono da padaria poderia ter imobilizado Wanderson. Ele assaltou, mas não precisava apanhar."

A ação não foi aceita pelo juiz, Jayme Silvestre Corrêa Camargo. "A pretensão do indivíduo, criminoso confesso, apresenta-se como um indubitável deboche", ele afirmou em sua decisão. "Uma das exigências para pedir indenização é o que o seu ato seja lícito, e não é o caso", diz Clito Fornassiari Júnior, mestre em direito processual civil pela PUC-SP. Wanderson está preso e aguardando o julgamento.

O Cidadão Romeno que processou Deus
Condenado a 20 anos de prisão por assassinato, Mircea Pavel, de 41 anos, processou Deus. A alegação: quando ele foi batizado, Deus prometeu protegê-lo do Diabo. Como o seu crime foi obra do demônio, Deus não cumpriu sua parte no contrato. Em 2011, a corte decidiu que o processo estava fora de sua jurisdição.

O homem que processou a si mesmo
Em 1995, o americano Robert Brock resolveu processar a si mesmo e pedir uma indenização de US$ 5 milhões, alegando que violou suas crenças religiosas quando cometeu os crimes que o levaram à prisão (agredir pessoas num bar e dirigir embriagado). Como estava preso, Robert esperava que o Estado tivesse que pagar a indenização a ele. "É possível dever para si mesmo", explica Fornassiari. "Se você deve para seu pai e ele morre, você passa a ser credor de você mesmo. Mas a dívida é automaticamente anulada. Não se pode processar a si mesmo". A Justiça americana não aceitou o processo.

Encheu a cara e culpou o chefe
A canadense Linda Hunt, 52, foi embora bêbada de uma festa de sua empresa. Bateu o carro e processou o patrão porque permitiu que ela saísse dirigindo naquele estado. Ganhou US$ 300 mil. "No Brasil, o processo só seria aceito se o chefe tivesse coagido a funcionária a beber, ou tivesse cedido seu próprio carro ou da empresa para ela", explica Clito Fornassiari Júnior.

Pelo direito de soltar pum
Uma funcionária de uma fábrica de Cotia (SP) processou a companhia que a demitiu por justa causa. É que o motivo alegado para a demissão era flatulência. O caso foi parar nas mãos do desembargador Ricardo Artur Costa e Trigueiros, do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região, que deu ganho de causa à trabalhadora. "A eliminação involuntária, conquanto possa gerar constrangimentos e, até mesmo, piadas e brincadeiras, não há de ter reflexo para a vida contratual."

Calote na umbanda
Um prestador de serviços do Amapá ganhou na Justiça o direito a ser indenizado em R$ 5 mil. É que ele realizava "serviços de umbanda" para uma rede de frigoríficos, mas tomou um calote. A proprietária da empresa alegou que o trabalho não surtiu efeito, e por isso não foi pago. Para a Vara do Trabalho de Macapá, a limpeza espiritual dos ambientes foi feita com regularidade e merecia o pagamento combinado.

Sem sexo na noite de núpcias
Em 2009, na província chinesa de Hubei, o agricultor Li Jun resolveu tirar satisfação com sua nora, Liang Qian, quando descobriu que ela tinha se recusado a fazer sexo com o filho dele na noite de núpcias. Acabou apanhando da família toda. Agora move um processo por danos morais. O juiz ainda tenta convencer os dois lados a fazer um acordo, mas o casal já se reconciliou.

Traição é uma boa
Jeffrey Mechanic, conselheiro conjugal de Nova York, responde a uma ação movida pelo casal Guido Venitucci, 44 anos, e Heather Aldridge, 39. Guido alega que foi induzido pela terapia a trair a esposa (seria uma forma de salvar o casamento, pois a esposa não lhe dava "satisfação suficiente"). O casal diz ter gasto US$ 150 mil com as sessões. E pede ao terapeuta US$ 8 milhões de indenização.

Quebrando a banca
No Zimbábue, a dona de casa Nonkazimulo Dube processou o ex-marido Talent Tafara porque ele quebrou a cama do casal - fazendo sexo com uma amante. A reclamante pede o equivalente a R$ 350. Ela pediu ao ex que consertasse a cama, mas ele não quis. Como a inflação anual no Zimbábue é de 4 500%, o valor da indenização terá de ser corrigido no final do processo.

Atropelada pelo Google
Em 2009, a americana Lauren Rosenberg buscou no Google Maps o melhor caminho para fazer a pé. Foi atropelada e agora processa a empresa em US$ 100 mil, pois o site não informou que a rua não tinha calçada. O Google diz que a informação estava disponível - mas Lauren alega que, no Blackberry dela, ficou ilegível. "No Brasil, há processos movidos por motoristas induzidos pelo GPS a entrar em favelas", conta Fornassiari.

Se formou, não arranjou emprego...
Trina Thompson, 27 anos, recém-formada em Tecnologia da Informação pela Monroe College, em Nova York, processou a faculdade em US$ 70 mil. O argumento: 7 meses depois de formada, ela não tinha conseguido emprego. E a culpa seria da faculdade, que não teria prestado o apoio prometido. Em nota, a instituição respondeu: "Oferecemos apoio à carreira dos nossos alunos. Este caso não merece mais considerações".

O cafezinho de US$ 2,86 milhões
Este caso é tão clássico que deu origem ao Prêmio Stella - que celebra as decisões judiciais mais bizarras do ano. Em 1992, Stella Liebeck, de 79 anos, processou o McDonald¿s porque se queimou ao abrir um copinho de McCafé. Ganhou US$ 2,8 milhões, pois seus advogados provaram que a lanchonete servia o café pelando, a 70 graus centígrados - temperatura considerada alta demais para o consumo do produto.

Cerveja não traz felicidade
O cidadão americano Richard Harris não gostava muito de cerveja. Mas, depois de assistir a um comercial na TV, resolveu experimentar. Só que a bebida não cumpriu a promessa feita na propaganda: nenhuma mulher linda e vestida com poucas roupas se interessou por ele. Harris disse que o caso lhe causou estresse, e moveu um processo contra a cervejaria Anheuser-Busch. Pediu uma indenização de US$ 10 mil. Não ganhou.

O homem que assistia TV demais
Quando percebeu que fumava demais vendo televisão e sua mulher tinha engordado, o americano Timothy Dumouchel encontrou o culpado: a empresa de TV a cabo, que não cancelou a assinatura quando ele pediu e deixou a família viciada em televisão. O processo, de 2004, foi arquivado por falta de mérito.

Orcas trabalhadoras
Neste ano, as orcas Tilikum, Katina, Kasatka, Ulises e Corky entraram com um processo trabalhista contra o parque Sea World na Flórida e na Califórnia. Elas alegam que a empresa promove trabalho escravo porque não reconhece os direitos animais a remuneração e férias. Como orca não fala, o caso foi movido pelo grupo ambientalista Peta em nome dos bichos. Se fosse na Espanha, o processo teria mais chances de avançar: desde 2008, o país reconhece os direitos civis de um animal, o chimpanzé.

O recordista
O presidiário Jonathan Lee Riches, da Carolina do Sul, já moveu mais de mil ações - e perdeu todas. Veja alguns dos alvos:
- Elvis Presley, por ter tirado as próprias costeletas e ter um acordo secreto com Osama Bin Laden.
- Michael Jackson, por abrigar um exército secreto de Hitler em Neverland.
- O cantor 50 Cent, por roubar as suas músicas.
- O jogador de beisebol Barry Bonds, por vender gás mostarda a Saddam Hussein.
- George W. Bush, Papa Bento 16, Bill Gates, Rainha Elizabeth, Burt Reynolds, Nostradamus, União Europeia e Plutão (sim, o planeta), por ofensas aos direitos civis.
por Tiago Cordeiro
0 comentários

ORAÇÃO DE SÃO JORGE


Eu andarei vestido e armado com as armas de São Jorge
para que meus inimigos tendo pés, não me alcancem;
tendo mãos, não me peguem;
tendo olhos não me vejam
e nem em pensamentos eles possam me fazer mal.

Armas de fogo o meu corpo não alcançarão,
facas e lanças se quebrem sem o meu corpo tocar,
cordas e correntes se arrebentem sem o meu corpo amarrar.

Jesus Cristo me proteja e me defenda com o poder de sua santa e divina graça,
Virgem de Nazaré me cubra com o seu manto sagrado e divino,
protegendo-me em todas as minhas dores e aflições,
e Deus com sua Divina Misericórdia e grande poder
seja meu defensor contra as maldades e perseguições dos meus inimigos.

Glorioso São Jorge, em nome de Deus,
estenda-me o seu escudo e as suas poderosas armas,
defendendo-me com a sua força e com a sua grandeza,
e que debaixo das patas de seu fiel ginete meus inimigos fiquem humildes e submissos a vós.
Assim seja com o poder de Deus, de Jesus e da falange do Divino Espírito Santo.
quarta-feira, 7 de novembro de 2012 0 comentários

Vampiro Doidão

Musica especial dedicada para o nosso amigo João! 



Quando eu morrer não joguem flores no caixão, 
pode jogar maconha que é pra eu subir doidão. Eu sou o vampiro doidão.

AFF! Chuta que é macumba!
segunda-feira, 5 de novembro de 2012 0 comentários

Respeito e valorização da mulher


                                                                   

A Vicky Form é uma marca de lingerie famosa por suas campanhas ousadas e de cunho social em prol da valorização e respeito às mulheres. Dessa vez seu alvo são as mulheres da América Latina. Que além do conhecido histórico de violência física, tem as inúmeras formas de repressão.

A Campanha chama-se Mandamentos da Mulher , e você pode enviar sua contribuição, seu relato. Alguns transformaram-se em posteres, como você pode ver aqui, sobre situações que muitas vezes nos passam despercebidas por serem coisas do dia a dia tais como:

-Ele não quer compromisso, mas ama crianças e é louco pra ter um filho. Se eu engravidar, casamos! Ou Ele é um pouco nervoso, mas só quando bebe, de qualquer forma estar com ele é melhor do que viver na casa dos meus pais.

Basta!

Não precisamos disso, não queremos isso. Somos capazes de tomar nossas próprias decisões, escrever e tocar nosso futuro, sem medo, nem vergonha! Ser quem somos, gozar dos nossos direitos!
Por um mundo onde as mulheres se respeitem mais antes de lutar pelo respeito dos homens.

Os posteres que ilustram essa postagem  falam:

  • Nunca chamarei outra mulher de puta.
  • Nada poderá convencer-me, no calor da situação, de não usar camisinha.
  • Jamais engravidarei por ter um homem ao meu lado.
  • Ninguém poderá me julgar pelo número de pessoas com quem transo.
  • Tenho responsabilidade de lutar pelos direitos das mulheres.
  • Não aceitarei nenhum tipo de violência contra mim.
  • Não terei medo nem vergonha de gostar de mulheres.
  • Não existem mulheres “solteironas”, eu decido se caso ou não.

domingo, 4 de novembro de 2012 0 comentários

FEMINISMO ANTES E DEPOIS DA REVOLUÇÃO FRANCESA


Educação da mulher

Uma ideia inédita de educação feminina aparece em 1892 com a inglesa Mary Wollstonecraft, uma das personalidades mais significativas do Feminismo.Em seu livro, "Defesa dos Direitos da Mulher" ela enfrenta a teoria de Rosseau, principal ideólogo da revolução, e defende a idéia de que a inferioridade da mulher deve-se única e exclusivamente a educação a elas oferecida, propondo, dessa forma, igualdade na formação intelectual entre os sexos.




Mão-de-obra feminina

Dado o contexto da plena instauração do capitalismo, o século XIX apresentou mudanças no processo de produção e adoção de mão de obra feminina. A justificativa para a diferença entre os salários de operários e operárias e para as longuíssimas jornadas de trabalho as quais as mulheres eram submetidas era que elas deveriam ter um marido que as sustentassem.
União em torno de um só projeto
Visando defender seus direitos, as operárias Jeanne Deroin e Flora Tristan buscavam união a classe trabalhadora masculina em torno de interesses comuns. Para tal foi elaborado por Deroin um projeto de União das Associações de Trabalhadores (o que dará origem aos sindicatos).

Infelizmente, os associados e suas líderes foram presos e inescrupulosamente houve a omissão, por parte dos homens, do fato de se tratar de um projeto feminino, a fim de não o desacreditar perante a sociedade. Protestos e reivindicações por melhores salários e folgas semanais foram violentamente sufocados pelas autoridades; passeatas, por exemplo, acabavam em prisões e espancamentos.
O Direito a voto e o movimento sufragista


O sufrágio foi o maior anseio feminino durante o século XX uma vez que o voto já se tornara universal para os homens e a participação política da mulher era fortemente combatida.

O movimento feminista que mobilizou quase 2 milhões de mulheres é chamado Sufragista e teve seu início em 1848 na Convenção dos Direitos da Mulher, ocorrida nos EUA. As sufragistas americanas só tiveram seu direito a voto concedido 72 anos depois.

Já na Inglaterra, o movimento foi parecido com o americano embora demonstrasse caráter violento. Suas participantes estiveram divididas em pacifistas e sufragettes, essas, radicais que promoviam destruição e desordem a fim de conseguir a atenção das autoridades. Enfim, conseguiram sua participação política em 1928 após darem muita dor de cabeça para o governo "Liberal".
Sufragistas Brasileiras

No Brasil, por sua vez, o movimento (a partir de 1910) teve como a imprensa como percursora dos ideais sufragistas, a fim de promover a mobilização da opinião pública. O primeiro estado a ter o privilégio de permitir o voto feminino foi o Rio Grande do Norte em 1927 e a partir daí outros estados aderiram, mudando suas constituições e quando, em 1932 Getúlio Vargas promulgou por decreto lei, a extensão da reforma constitucional para todo o país, o direito a voto pelas mulheres já era exercido em 10 estados.
Feminismo no pós-guerra
Após curto período de calmaria no que se refere às reivindicações femininas, a nova ideologia pós-guerra atribuía a mulher o conceito de "Rainha do Lar" e a trazia a desvalorização do trabalho externo praticado pelo sexo feminino. O que veio a ser ferrenhamente criticado pela teoria feminista que questiona tanto as desigualdades políticas, trabalhistas, civis como também as suas origens.
Movimento feminista atual
O movimento feminista, hoje, não luta mais pela aquisição de direitos iguais, pois já os conseguiu, mas sim pela justiça em seu cumprimento e contra a ideologia discriminatória vigente.

Linksindicados: Cotidiano:feminismo antes e depois da
sábado, 3 de novembro de 2012 0 comentários

COTIDIANO:feminismo antes e depois da revolução Francesa


revolucionários, é imprescindível mencionar a participação feminina. Mesmo depois de sua vital importância para o movimento, as mulheres são apresentadas como vítimas de uma injusta opressão, após a tomada do poder pela burguesia. A favor delas era preciso - diziam os revolucionários - proclamar uma igualdade com os homens. Entretanto, o que verdadeira e impressionantemente acontece, é que a chamada democracia, de fundo igualitário e de índole republicana, cria uma verdadeira exclusão das mulheres em diversos aspectos. Estas são impedidas de fazer política e, em 1807, perdem o direito de freqüentar a Universidade. A Revolução Francesa de 1789 declara uma série de direitos que deveriam valer para todos os cidadãos. Estes, porém, são basicamente os homens: o cidadão deve ser francês, do sexo masculino, proprietário de bens imóveis e com uma renda mínima anual elevada.
Apesar dessa série de fatores, é exatamente durante a Revolução Francesa que surge o primeiro exemplo de um movimento de mulheres.
Durante o movimento, muitas mulheres participam ativamente da luta contra a aristocracia. Por exemplo, são elas que lideram as passeatas que acabam levando o rei Luís XVI a abandonar o seu castelo em Versalhes. Em Paris, formam-se diferentes grupos de mulheres. Paralelamente à igualdade de direitos políticos em relação aos homens, elas reivindicam também mudanças na legislação conjugal, e melhores condições de vida. Entre as representantes femininas dessa marcante revolução, merecem destaque, certamente, os nomes de Claire Lacombe, Pauline Léon, Olympe de Gouges e Théroigne de Méricourt.
Depois da Revolução...
Como vocês puderam constatar nos parágrafos anteriores, as conquistas pretendidas pelas mulheres durante a revolução não foram alcançadas, nem mesmo com o estabelecimento de uma união política.No entanto, a vontade feminina de exercer cidadania e ser tratada igualmente aos homens pela sociedade permaneceu forte e contagiou as próximas gerações que com determinação e muita luta, conseguiram fazer com que suas vozes fossem ouvidas.
Educação da mulher
Uma idéia inédita de educação feminina aparece em 1892 com a inglesa Mary Wollstonecraft, uma das personalidades mais significativas do Feminismo.Em seu livro, "Defesa dos Direitos da Mulher" ela enfrenta a teoria de Rosseau, principal ideólogo da revolução, e defende a idéia de que a inferioridade da mulher deve-se única e exclusivamente a educação a elas oferecida, propondo, dessa forma, igualdade na formação intelectual entre os sexos.

Links indicados: Feminismo antes e depois da Revoluçã
sexta-feira, 2 de novembro de 2012 0 comentários

MULHER FAZENDO Á HISTÓRIA NO CINEMA NACIONAL


Eliana Caffé - Mulher do Cinema Brasileiro 


Uma das maiores revelações do cinema brasileiro contemporâneo, Eliane Caffé é sinônimo de um cinema autoral, que a coloca ao lado dos mais modernos e vigorosos cineastas surgidos nos anos 80, como Tata Amaral e Beto Brant.

Nascida em São Paulo, Eliane Caffé tem formação em psicologia, e, posteriormente, fez curso de cinema em Cuba e na Espanha. A cineasta debutou no cinema em 1987 com o curta-metragem “O Nariz “, uma adaptação de texto de Luiz Fernando Veríssimo.

Na década de 90, Eliane Caffé deu prosseguimento à sua carreira de curta-metragista, dirigindo os premiados “Arabesco”, em 1990, e “Caligrama”, em 1995, trabalhos que arrebataram prêmios,, respectivamente, nos Festivais de Brasília e em Gramado.

Quatro anos depois, Eliane Caffé estréia, finalmente, em filmes de longa-metragem, com o surpreendente “Kenoma”, filme protagonizado por José Dumont e Henrique Diaz. No filme, Dumont é Lineu, um homem obcecado com a construção de um moto-perpétuo.

“Kenoma” revelou o fôlego que a cineasta já demonstrara nos curtas, com uma história bem contada, autoral e com ótima direção de atores. O filme foi premiado em vários festivais: Biarritz, Brasília, Miami. “Kenoma” marcou também a bem-sucedida parceria com o ator José Dumont, com quem Eliane Caffé voltaria a trabalhar no maravilhoso “Narradores de Javé”.

Realizado em 2003, “Narradores de Javé” é, com certeza, um dos melhores filmes dos anos 2000. No filme, José Dumont é Antônio Biá, responsável por registrar, através do depoimento oral, a história do povoado de Javé, ameaçado ao desaparecimento devido à construção de uma usina hidrelétrica.

Eliane Caffé conduz essa divertida história com maestria, valendo-se de todo o talento de José Dumont, em uma de suas melhores atuações no cinema nacional. “Narradores de Javé” conta ainda com as presenças de atores do porte de Nelson Xavier, Rui Resende, Gero Camilo, Matheus Nachtergaele, Nelson Dantas, Maurício Tizumba, Altair Lima, Luci Pereira e moradores da região das filmagens.

“Narradores de Javé” recebeu vários prêmios em festivais no Rio, Recife, Bruxelas e na Suíça.

Abaixo compartilho com vocês o filme narradores de Javé.O filme é engraçado principalmente se considerarmos algumas tiradas dos personagens, PORÉM O ASSUNTO E  CRITICA APRESENTADA É SÉRIA MERECENDO NOSSA REFLEXÃO A RESPEITO DOS ASPECTOS FILOSÓFICOS E PSICOLÓGICOS. Falarei melhor sobre ele em outras postagens



quinta-feira, 1 de novembro de 2012 0 comentários

Para jovens, dinheiro e fama são mais importantes do que ajudar o próximo, diz estudo


Para geração Y, fama e dinheiro são mais importantes que afiliação e comunidade

De tempos em tempos nosso comportamento muda de acordo com a geração que vivemos e nos tornamos. Mas isso não quer dizer que melhoramos com o passar do tempo. Uma pesquisa realizada por 40 anos e com 9 milhões de jovens foi publicada este mês no “Journal of Personality and Social Psychology”, e mostra que mudamos para pior.

De acordo com o estudo, desde a geração do “baby boom” –nascidos entre 1946 e 1961, que foram jovens durante as décadas de 60 e 70– houve uma queda significante do interesse dos jovens americanos na participação política, preocupação com o meio ambiente e com o próximo.

Comparado a geração dos “baby boomers”, as gerações posteriores consideram objetivos relacionados com valores como dinheiro, imagem e fama, mais importantes do que aqueles relacionados com autoaceitação, afiliação e comunidade.

Mesmo com os resultados do estudo mostrando que a geração Y –nascido entre 1983 e 1990– está mais disposta a se voluntariar na escola ou participar de programas de serviço comunitário na faculdade, os autores afirmam que esta tendência está ligada à imposição desses serviços para que o aluno possa se formar. O desejo de salvar o meio ambiente, área considerada de especial interesse para a geração Y, revelou-se com uma das maiores quedas: a falta de esforço é três vezes maior do que a dos “baby boomers”.

E o futuro? Os próprios pesquisadores se questionam na conclusão do estudo: ” Será que a geração seguinte, os nascidos após 2000 ,irão continuar estas tendências ou revertê-las?”
 
;